Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

"Ninguém me conhece como tu" de Anna McPartlin

Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 424
Editor: Quinta Essência
ISBN: 9789897260711

Há romances que nos surpreendem porque inesperados. Outros há que a surpresa não é tão forte porque esperamos da autora algo no género. Com esta leitura aconteceu isso. Quem conhece a escrita de Anna McPartlin, sabe que ela é tal forma absorvente que ficamos rendidos com as suas estórias, envolvidos de tal forma nos temas tratados e nos personagens que vemos avançar as páginas sem darmos conta disso.

Já li dela "Estarás sempre comigo" e "Sempre que dizemos adeus" e a sensação final, quando terminei estes livros, é a mesma: a certeza que quando publicarem mais livros desta escritora eu vou querer ler.

Mesmo não estando ligados a um contexto histórico específico e nem se possam considerar romances de época - os meus preferidos - os romances desta autora têm pela sua escrita forte e sugestiva, um poder quase hipnótico sobre nós. É um romance leve, é certo, mas que nos envolve, nos faz rir e (quase!) chorar. Estão presentes temas que nos prendem como a violência doméstica e psicológica, as amizades profundas de infância que são reactivadas ao fim de muitos anos, os segredos que ficam por contar e que alteram o futuro daqueles que estão envolvidos, a vida que muitas vezes desperdiçamos sem querer...

Histórias cativantes estas!

Terminado em 21 de Agosto de 2013

Estrelas: 5*

Sinopse

Eva e Lily eram as melhores amigas desde a infância. Porém, uma discussão enorme e dezassete anos mais tarde, Eva acorda de um acidente horrível e encontra a sua velha amiga a cuidar dela.
De início, o reencontro é feito a medo, mas durante os muitos meses de Eva no hospital, as amigas enfrentam tanto as mentiras do passado como as suas falhas presentes. E cada uma vê claramente como a outra precisa de mudar a sua vida: Lily deve sair de um casamento impossível e Eva tem de enfrentar a dor que causou a outros.
 A crise que reuniu Eva e Lily parece uma bênção que lhes deu uma segunda oportunidade para se apoiarem quando mais precisam de um ombro amigo. Mal sabem elas que a sua amizade está sob uma ameaça que irá mudar o futuro para sempre...

Sem comentários:

Enviar um comentário