Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 30 de abril de 2018

"O Som Das Coisas Que Começam" de Evita Greco

A primeira coisa que me apraz dizer sobre este livro é que fiquei um pouquito furiosa com o conteúdo do último capítulo. Normalmente aceito bem qualquer final mas este custou-me bastante. Nāo podendo dizer-vos do que se trata, por motivos óbvios, fico sem saber como explicar a razāo deste meu inesperado mal estar. Leiam o livro e vejam por vocês mesmos se sentiram o que senti...

De resto, toda a obra é escrita num tom bastante doce, agradável aos olhos e ouvidos, e fala-nos um pouco dos conflitos internos da personagem principal, Ada, das suas inseguranças provenientes do abandono do qual a sua māe foi a principal responsável, do seu amor pela avó que a criou, dos laços que as unem, do que ela sente quando a velha senhora é hospitalizada com uma doença grave. Da iminente separaçāo.

Fala-nos também de outra forma de amor, quando Ada conhece Matheo e se apaixona. Se houve personagens que captaram facilmente a minha simpatia e com os quais me senti fortemente ligada, como por exemplo Ada, sua avó Teresa e Giulia, a enfermeira que a trata com tanto carinho, já nāo posso dizer o mesmo de Matheo. Embora bem retratado, irritou-me deveras. Da mesma forma que se conhecesse alguém assim, me irritaria, afastando-me e nāo desenvolvendo qualquer laço de amizade. 

Mas, o que me deixou incomodada foi a reacçāo de Ada e Giulia, face ao comportamento de Matheo. Creio que as mulheres podem ser um pouquito mais "senhoras do seu nariz" do que as retratadas aqui. 

No entanto considero que o balanço final desta leitura foi positivo. Comprovem-no por vocês mesmos! 

Terminado a 25 de Abril de 2018

Estrelas: 4*

Sinopse
Ada aprendeu com a avó, Teresa, a não ter medo e a não perder a coragem: sempre que algo de belo parece desaparecer, ela deve apurar o ouvido e prestar atenção aos sons. Só assim será possível reconhecer O Som das Coisas Que Começam. Alguns são simples e têm uma magia especial: uma orquestra no momento de afinar os instrumentos, o vento uivante na tempestade, o tilintar de chávenas de café todas as manhãs...
      Mas na vida nem sempre sabemos reconhecer as coisas belas - quando deixamos de acreditar em nós próprios, ou quando alguém parte. Para Ada, agora que Teresa está gravemente doente, o medo de ficar só é tão forte que a tolhe. Mas ela conhece Giulia, a enfermeira que a encoraja, e Matteo, o homem que a surpreende com o amor incondicional. Giulia e Matteo irão confirmar que o amor significa prestar atenção aos sons que ninguém, exceto cada um de nós, consegue ouvir. E Ada irá aprender que, mesmo quando as coisas estão a terminar, algures no mundo elas estão também a começar.           

Para saber mais sobre este livro, aceda ao site da Editorial Presença aqui.

Cris

Sem comentários:

Enviar um comentário