Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 8 de abril de 2016

"Numa Floresta Muito Escura" de Ruth Ware

Há formas de escrever que mexem comigo. Mexem muito. Para ser sincera tenho uma imensa inveja de quem consegue pôr no papel palavras e palavras que todas juntas são muito mais que o seu somatório. Todas juntas fazem com que o meu coração acelere e eu entre em estado de alerta. Cada palavra mais, cada página virada constitui um bater maior, um respirar acerelado, um olhar em volta quase com medo das sombras que entretanto me rodearam porque escureceu e eu nem dei por isso.

Como as expectativas muito altas às vezes dão maus resultados não vos quero deixar empolgados em demasia com esta leitura mas, na realidade, achei-a sublime. Já há muito tempo que não ficava com os meus sentidos tão à flor da pele. Quase a hiperventilar. Que se iria passar a seguir?

Segredos antigos que vêm ao de cima, histórias mal contadas, desencontros passados, suspence, mortes, que mais posso dizer? Não quero revelar nada para não desvendar-vos mais do que a sinopse revela mas garanto-vos que vão achar este livro no mínimo arrebatador!

Criamos uma empatia imediata com a personagem principal, Leonora, quando num hospital tenta recuperar a sua memória e recordar-se do que viveu durante um fim de semana de despedida de solteira de uma amiga que não via há dez anos, acompanhando todo o seu terror e desespero por não o conseguir fazer tão celeramenre como desejava e também por reviver tudo de novo.

Personagens psicologicamente bem construidas e um enredo viciante e sinistro faz deste livro uma leitura imperdível e muito empolgante! Se adivinhei quem era responsável por toda uma série de actos tresloulados e pela morte-assasinato de um dos personagens? Desconfiei sim mas nunca tive a certeza porque a autora soube fazer e desfazer as minhas convicções sobre quem era o assassino... Perita em baralhar o leitor, a ela confunde-nos, mostrando-nos como Leonora duvida de tudo e de todos! Quem matou? Quem seria tão terrivelmente mau ao ponto de destruir várias vidas? Qual o móbil do crime? Teria Leonora alguma culpa do que aconteceu?

Nota máxima! Gostei muito. Sentem-se por umas horas e verão como viajam para um mundo verdadeiramente assustador... Um primeiro livro que desejava ter escrito. Mas a inveja é uma coisa má, não é?

Terminado em 6 de Abril de 2016

Estrelas: 6*

Sinopse

Uma mulher solitária recebe um convite inesperado para a despedida de solteira de uma amiga que não via há muito tempo. Relutantemente, ela aceita participar na reunião de amigas, algures numa casa isolada na floresta.Quarenta e oito horas depois, Nora acorda numa cama do hospital. Está ferida mas não se recorda exatamente do que se passou. Sabe, no entanto, que alguém morreu. O que fiz eu?, pergunta-se ela, consciente de que algo muito grave aconteceu naquela casa na floresta escura, muito escura…

1 comentário:

  1. Estou tão entusiasmada para ler esse livro!!!! Parece ser mesmo do género que que gosto!!!

    Convido-a a ir ler o novo post do blog!!
    Até lá!!
    http://thebooksonmyshelfs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar