Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quinta-feira, 17 de março de 2016

"O Brilho Azul das Estrelas" de Laura Pritchett

Um livro especial este sobretudo porque nos conta uma história especial. Ben dá-se conta que a sua memória foge cada vez mais dele a cada dia que passa. Os papeis, onde anota coisas para não esquecer, aumentam de dia para dia. Até que escreve o seu nome, com quem casou, o nome das suas filhas e dos seus netos. Alzheimer, dizem. O diagnóstico chega para o leitor através de uma nota sua. Essa onde ele escreve o nome de quem ama. Um pequeno choque acompanha-a: à frente do nome de uma filha, os dizeres, "filha morta".

A história de Ben é mais do que uma história triste. Mais do que uma história de luta contra o impossível é uma história de amor pela família, pela terra e pelos animais. Ben quer deixar a sua vida enquanto ainda é ele, mas a doença caminha e devora-o a passos largos. Antes de partir Ben tem uma missão que quer concluir e que deixará a sua família mais descansada. Se está certo o que vai fazer?

Muito bem escrito, este livro permite ao leitor penetrar no âmago de Ben e conhecer a sua luta diária e constante. Com capítulos onde a história nos conta, intercaladamente, a vida de Ben e a de Renny, sua esposa, vamos conhecendo todo o passado que os uniu mas também o que os fez separar. As maiores alegrias e a tristeza mais profunda que poderiam sentir: a morte de uma das filhas.

Sem avançar na história, para que a surpresa não diminua quando forem ler o livro, posso-vos garantir que adorei o final. O fim parece óbvio logo que as intenções de Ben nos são dadas a conhecer. No entanto, a reviravolta que a autora confere nas últimas páginas acalma o leitor, sossega-o de todas as angústias que ele viveu ao acompanhar o interior da mente de Ben.
Comovente, lindíssimo. Recomendo.

Terminado em 13 de Março de 2016

Estrelas: 5*

Sinopse

A demanda de um homem para corrigir o passado.
Ben e a sua mulher vivem num rancho próximo das Montanhas Rochosas, no Colorado. Ben é ainda um homem ativo e pleno de vida, quando lhe é diagnosticada a doença de Alzheimer. Ao perceber o avanço desta, começa a sentir que é um fardo para a mulher e que não lhe resta muito tempo de consciência.
A juntar a isto, o passado trágico da família regressa com toda a violência após a libertação de Ray, o marido da sua falecida filha Rachel, que estava preso a cumprir pena pelo seu homicídio. Motivado pelo desejo de vingança, Ben decide corrigir o que está mal e levar avante um último gesto de amor e justiça pela sua família.
Com uma sinceridade arrebatadora, O Brilho Azul das Estrelas oferece-nos uma história notável de dedicação e coragem, provando-nos que o amor sobrevive ao adeus.

Sem comentários:

Enviar um comentário