Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

"Filipa de Lencastre" de Isabel Stilwell

O livro é pesado. Muito. Não a história em si. O tamanho da letra, normal. O papel é bom, daquele "amarelo". A capa, típica de um romance histórico: sóbria, de tons neutros. Nada faz prever o vulcão que está nele contido!

Sei que há leitores que não gostam de romances históricos. Alguns dizem até que é sempre mais do mesmo, que a vida dos reis e rainhas foi muito semelhante, que há pouco que contar ou que ao ler-se um, é como se se lessem dois ou três...

Não sou dessa opinião. Eu gosto de intercalar leituras variadas e este ano já li até livros juvenis. De quando em quando, um romance histórico chama por mim. Em boa hora este o fez porque foi uma leitura tão boa!

Não sei se Filipa de Lencastre foi realmente assim como nos é descrito nesta obra ou se foi a escrita mágica de Isabel Stilwell que, lancando uns pozinhos, me enfeitiçou completamente... Sabendo que por detrás deste livro está uma pesquisa grande acredito que foi uma mescla desses dois factos que souberam dar a este romance um toque especial.

Philippa of Lencaster ou Filipa de Lencastre teve uma vida cheia, casada com D Joao I de Portugal teve oito filhos - a Inclita Geração. Construir um romance baseado em factos reais dos quais não existe grande fuga possível e, mesmo assim, prender o leitor não é para todos seguramente. É importante ler a pequena biografia dos personagens existente no final do livro porque nos apercebemos então (só então!) que existem alguns personagens ficcionados. Para mim isso constituiu uma surpresa porque nesta obra o realismo é tanto que acreditamos que todos os personagens existiram mesmo e, mais do que isso, comportaram-se dessa maneira! Estou a referir-me, por exemplo, a Francis Beacon e ao seu papel nesta história que não revelo para não estragar a vossa leitura...

Mesmo que o romance histórico não seja a sua praia, experimente este. Não vai sentir o peso das quinhentas e tal páginas, garanto-lhe. A escrita de Isabel Stilwell é muito envolvente, real, cheia de pormenores e de uma caracterização extrema dos personagens. E este aspecto é feito com uma tal veracidade que apaixonamo-nos pelos personagebpns e situações vividas.

Este livro faz parte de uma reedição das obras de Isabel Stilweel que a Livros Horizonte está a levar a cabo, por isso vão às vossas estantes procurar primeiro mas se não o encontrarem aí, vale a pena irem buscá-lo a uma livraria. Eu gostei muito!

Terminado em 12 de Fevereiro de 2016

Estrelas: 6*

Sinopse

Mulher de uma fé inabalável, conhecida pela sua generosidade, determinada a mudar os usos e costumes de uma corte tão diferente da sua, Filipa de Lencastre deu à luz, aos 28 anos, o primeiro dos seus oito filhos - a chamada Ínclita Geração, que, como ela, mudaria para sempre os destinos da nação.

2 comentários:

  1. Olá Cris,
    Eu adoro romances historicos! Sou fã da Isabel Stilweel neste género.
    Adorei de paixão o livro de D. Catarina de Bragança, apesar de "calhamaço" li-o em 3 dias. Gostei da D. Amélia, da D. Filipa de Lencastre, da Ínclita geração.
    O livro D.Maria, está na lista, mas em Fevereiro por ser um mês pequenino, propus a mim mesma ler mais um clássico e estou em mãos com Guerra e Paz.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Fiquei curiosa, vou procurar.Adoro suas dicas de leitura. Bjus.

    ResponderEliminar