Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Ao Domingo com... Daniela Ricardo

Cresci numa família tradicional, para quem as questões alimentares eram importantes. Tentavam dar sempre o melhor e que nada faltasse. Tive uma infância feliz e com fartura a mais, reconheço. Lembro-me das tortas que a minha mãe fazia, dos salames de chocolate, dos rissóis da avó Fernanda, com milhentos recheios e do pudim francês. Havia de tudo e comia-se de tudo. 
Aprendi a cozinhar cedo, vendo a minha avó e a minha mãe. Se bem que colocar as mãos na massa a valer, só aconteceu quando saí de casa.
Lembro-me, desce muito cedo, ter a ideia de querer contribuir para um mundo melhor. Quis ser cientista, bióloga, pediatra, viajar pelo mundo em ajuda humanitária e acabei por me tornar enfermeira. Queria ajudar a tratar pessoas, a curar o mundo. Durante anos trabalhei como enfermeira em Oncologia, em transplantação de Medula Óssea, profissão que ainda exerço. E considerava que trabalhava na saúde e a cuidar dela. Hoje compreendo que não é bem assim.
Procurei  alternativas que correspondessem melhor à minha definição de saúde, até que encontrei a macrobiótica. Não fazia a mínima ideia do que era, mas o conceito despertou-me a curiosidade. De tal forma, que em pouco tempo fiz uma consulta de orientação alimentar, limpei os armários da cozinha e comecei o curso curricular. 
Passaram dez anos e agora aqui estou eu, ainda a trabalhar no hospital, mas com uma participação cada vez mais activa na saúde. O trabalho que mais prazer me dá é o despertar consciências e mostrar que nós somos responsáveis pela nossa saúde e que esta começa no prato. 
Ser professora e consultora de alimentação macrobiótica tem este prazer associado. Desde que conheci a macrobiótica estive sempre envolvida em projectos de alimentação e consciência alimentar.
Eu adoro cozinhar. Sinto a cozinha como um verdadeiro laboratório onde podemos dar vida à expressão que Hipócrates imortalizou “ que o teu alimento seja o teu remédio e que o teu remédio seja o teu alimento”. De facto os alimentos têm muito mais poder do que imaginamos. Eles podem curar-nos, mas o contrário também é válido.
A minha missão é levar cada vez mais pessoas a adotarem um estilo de vida saudável e consciente, que contribua tanto para o seu bem-estar físico, como para o equilíbrio e sustentabilidade do planeta – a nossa casa.
Para isso a cozinha é o meu escritório, o centro de comando há vários anos. Adoro viajar, cozinhar, criar receitas novas equilibradas e cheias de sabor e cor que sejam uma explosão de sensações para quem as prova. 
Criar sabores do mundo, adaptados ao nosso país foi um grande desafio, que abracei, consciente que traria a luz a muitas mais pessoas, atraídas pelos sabores do mundo. E assim surgiu a minha recente obra “Viagens da Comida Saudável”!
Atrevam-se a ser diferentes!
Alimentem-se de uma forma consciente!

Dani ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário