Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

"No Coração do Mar" de Nathaniel Philbrick

Fiquei com muita vontade de ver o filme mal acabei de ler este livro. As cenas descritas dos dias que passaram à deriva os naufragos do baleeiro Essex, abalrroado por um cachalote, foram de tal forma cinematográficas que quero verificar com os meus olhos se o produtor do filme teve ideias semelhantes àquelas que "vi" ao ler.

No Coração do Mar conta-nos a história de alguns homens (cerca de vinte) que, em 1819, ficaram mais de 90 dias à deriva, divididos em três botes, no Oceano Pacífico. A situação tornou-se de tal modo desesperada que acabaram por se alimentar dos corpos dos companheiros que sucumbiam ao seu lado. Salvaram-se oito.

Um relato impressionante feito com base numa investigação exaustiva dos relatos dos sobreviventes e dos seus familiares. Um livro de não-ficção, duro, que nos descreve como o Homem consegue sobreviver numa situação limite. Um livro bem contado, onde abundam os termos técnicos de tudo o que diz respeito aos baleeiros e a caça às baleias nesse tempo e também de outros naufrágios, que me prendeu até mais do que estava à espera. A escrita é simples e directa e mesmo as partes onde abundam os termos técnicos são fáceis de se ler, muito embora fossem as que menos gozo me deram.

Uma história de sobrevivência e resistência inimaginável que os amantes do mar vão adorar de certeza! Uma leitura empolgante e muito agradável de se ler se bem que o tema seja, não há dúvidas, dificil de "digerir". A história deste naufrágio inspirou Hermam Neville a escrever o seu famoso Moby Dick.

Leiam e aproveitem para ir ao cinema também. É o que vou fazer, sabendo de antemão que um livro é sempre o Livro.

Terminado em de Janeiro de 2016

Estrelas: 4*+

Sinopse

No verão de 1819, o baleeiro Essex partiu de Nantucket para mais uma expedição de caça à baleia. Quinze meses depois, o impensável aconteceu: numa região remota do Pacífico Sul, um cachalote de enormes proporções provocou o naufrágio do Essex. A tripulação de vinte homens refugiou-se em três botes salva-vidas rumo à América do Sul, numa jornada épica pela sobrevivência. Três meses depois, os oito tripulantes que continuavam vivos foram encontrados à deriva. Para sobreviver, usaram todos os recursos, inclusive o canibalismo.
No Coração do Maré um relato empolgante de um naufrágio tão relevante no seu tempo como o do Titanic atualmente. A aventura do Essex inspirou Herman Melville a escrever o clássico Moby Dick.

Para mais informações sobre o livro vejam Editorial Presença aqui!

Sem comentários:

Enviar um comentário