Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 17 de janeiro de 2016

Ao Domingo com... Gonçalo Raposo

O meu interesse em criar histórias começou quando eu percebi o que é uma personagem.  A complexidade que advém ao criar uma mente é demasiado apelativa para mim. A isso, junto a minha fascinação pela fantasia, pelo Bem e o Mal e, claro, pelo carácter e espírito humano.
Nasci em Sintra e, tendo em casa a vista perfeita para toda a serra, foi-me fácil ganhar inspiração todos os dias. Na faculdade decidi seguir História. Como tal, fui lendo Thomas More e Victor Hugo e fui tendo cadeiras de Mitologia, Cultura e Imaginário, acabando por descobrir qual a paixão para escrever: a fantasia e a luta entre o Bem e o Mal. A minha imaginação é agregada ao gosto pela escrita e pelas mensagens que devem ser transmitidas aos leitores. Para mim, o valor de um livro encontra-se nas acções dos personagens e no apelo que o autor faz aos leitores. É essa a mensagem que vale a pena perceber, pois um livro deve inspirar quem o lê; deve fazer pensar e reflectir; deve conectar e fazer agir.
"A Origem de Ethosis" é uma saga de fantasia, mistério, romance e aventura sobre inocência, coragem, amor, amizade, sabedoria, confiança, opressão, liberdade, Luz e Escuridão. Assim que decidi sobre o que queria escrever, assentei ideias acerca de uma
história em que humanos interagiam com elfos, heróis míticos, druidas, faunos, ninfas, centauros... Tudo isto num mundo novo e fantasioso. Após ter o "esqueleto da história", percebi que queria escrever algo mais complexo. Queria que os meus livros inspirassem as pessoas e, por isso, desenvolvi esta saga à volta de várias virtudes. Queria escrever algo acerca do carácter humano e sobre a Luz e a Escuridão. Assim que tive os temas principais, foquei-me na criação deste novo reino fantasioso, Lohess, lugar onde vários seres míticos e fantasiosos habitam. Depois, veio a criação das personagens. Cada uma com a sua própria história a contar, cada uma com um propósito. Nesta saga, criei uma cultura e língua nativa para Lohess e, sendo um apaixonado pelo Simbolismo, não fiz nada sem primeiro pensar. Não há nenhum nome que não tenha o seu signficado e razão de ser, nem há nenhum vocábulo sem sentido. Muito menos há perguntas sem respostas, as quais surgirão no decorrer dos volumes seguintes. Este mundo complexo não é fácil de introduzir e é por isso que o primeiro volume desta saga, "Caminhos Quebrados", é uma introdução a este reino fantasioso. Nele, as personagens humanas serão os olhos e mentes dos leitores pois, tal como elas, também os leitores vão mergulhar e descobrir este mundo místico, replecto de mistérios, segredos e grandes surpresas... Este primeiro volume narra a história de Emma Fox, uma jovem com um sonho, que é inspirada pela trágica diva Lea Fiennes. No entanto, ao conhecer Henry Gaelma, a sua vida muda completamente e tudo aquilo que ela pensava ser fantasia torna-se realidade, pois Henry é um elfo que tem de conseguir cumprir a sua missão, antes que seja tarde demais para Lohess, o seu reino. O Cavaleiro tem de descobrir a razão do inesperado Outono que assombra Lohess, mesmo que isso signifique desenterrar o seu passado e enfrentar o principal suspeito: Philip, o melhor amigo de Emma.

Para mais informações, seguem-se os seguintes links:

http://goncaloraposo3.wix.com/goncalo-f-p-raposo
https://www.facebook.com/origemethosis

Gonçalo Raposo

Sem comentários:

Enviar um comentário