Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 22 de novembro de 2015

Ao Domingo com... Diogo Telles Correia

Para o livro "Eu Existo" tive em vista três objetivos fundamentais: 
1) Mostrar aos leitores que é possível a descrição literária das vidas dos pacientes que recorrem às consultas de psiquiatria e psicoterapia, que têm vaidas semelhantes a qualquer um de nós. Vidas ricas, interessantes, que neste livro tento de forma literária transmitir. Quebrar também aqui o preconceito de que os pacientes que frequentam consultas de psicoterapia ou psiquiatria são de alguma forma pessoas diminuídas. Pelo contrário, são pessoas que frequentemente têm um nível de funcionamento intelectual e profissional acima da média e com vidas perfeitamente normais à exceção do sofrimento que os trouxe à nossa consulta. 

2) Explicar conceitos e aspetos do mundo da saúde mental que são frequentemente mal definidos nos meios de comunicação social. Como médico psiquiatra e psicoterapeuta,
professor da faculdade de medicina, tenho o privilégio de poder explicar todas estas questões de forma acessível a todos, mas sem fugir de uma base científica. Sempre defendi que os meus pacientes e as pessoas em geral têm o direito de saber com correção vários aspetos como: qual a diferença entre um psiquiatra, um psicólogo ou um psicoterapeuta, quais os tratamentos que se preconizam em saúde mental, o que é a psicoterapia, o que é a psicofarmacologia, quais as vantagens e desvantagens da medicação psiquiátrica, quando se deve tomar, etc. 

3) Por fim quis também chamar a atenção para o devido valor e funcionalidade do diagnóstico em psiquiatria. De facto nos dias que correm há uma tendência para valorizar excessivamente os rótulos diagnósticos esquecendo a riqueza da vida daqueles que são rotulados... É fundamental que nós, técnicos de saúde mental, tenhamos acesso a toda a vida do paciente de forma a podermos ajudá-lo com eficácia. Os pacientes não são depressões, ansiedades, obsessões, são muito mais para além disso. São muito mais que um diagnóstico. Por isso o livro se chama "EU EXISTO. – Para além das obsessões, para além das vozes, para além da depressão, para além da ansiedade."

Diogo Telles Correia

Sobre o autor:
Diogo Telles Correia 
Médico Especialista em Psiquiatria e Psicoterapeuta. Doutorado em Psiquiatria e Saúde Mental pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, onde é Professor Auxiliar Convidado de Psiquiatria e de Psicopatologia. É Assistente Hospitalar do Departamento de Psiquiatria do Hospital de Santa Maria e Consultor na Unidade de Transplantação Hepática do Hospital Curry Cabral. Para além destas funções, é Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Psicopatologia e membro da Associação Portuguesa de Terapias Comportamental e Cognitiva, bem como de outras associações nacionais e internacionais. Tem vários livros publicados que são referências em Portugal e noutros mercados de língua portuguesa, bem como dezenas de artigos científicos na área da Saúde Mental em revistas internacionais de relevo.

Sem comentários:

Enviar um comentário