Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 13 de outubro de 2015

"Na Pele de uma Jihadista" de Anna Erelle

Li rapidamente este livro. Uma sensação de angústia perdura até hoje, vários dias passados do fim desta aventura. Se pensarmos neste livro como ficção, então poderemos lê-lo tranquilamente.

Uma jornalista ocidental estabelece contacto com um radical com o intuito de realizar uma reportagem o mais real possível e obter mais informações sobre a forma de "recrutamento" de jovens para a jihad. A relação evolui e Abu-Bilel insiste na sua ida para a Síria, como sua esposa. Tapada com uma burca, a jornalista tenta construir uma identidade/personalidade para "Mélanie", a prometida do combatente na Síria.

Mas, e se esta história não fosse ficção? Isso alterava tudo. A percepção da própria história, o sentimento de perigo, de medo, de insegurança que Melanie sente (ou deveria dizer Anna?) passa para o leitor e a história adquire outros contornos conforme as insistências de Bilel sobem de tom e ficam muito depois de termos terminado o livro. A natureza do perigo é real e assustadora. Anne Erelle não é o seu verdadeiro nome, é o pseudónimo de uma jornalista francesa que mexeu com o fogo e quase se queimou.

Impressionante!

Terminado em 9 de Outubro de 2015

Estrelas: 5*

Sinopse

Mélanie acaba de se converter ao Islão quando conhece pelo Facebook o líder de uma brigada islamita: Abu-Bilel, combatente na Síria e braço direito do califa autoproclamado do Estado Islâmico. Em poucos dias, Abu-Bilel declara-se irremediavelmente apaixonado pela jovem, contacta-a dia e noite pelas redes sociais e incita-a a juntar-se a ele e à jihad, na Síria. Seduz a inocente Mélanie com juras de amor, promessas de casamento e uma vida plena de conforto material e espiritualidade. Mélanie acede e prepara a sua fuga em segredo. Mas, no último minuto, tudo corre mal na viagem mais perigosa da sua vida. Mélanie é, na verdade, Anna Erelle, pseudónimo de uma jovem jornalista francesa que criou um perfil falso para investigar a rede de recrutamento do Estado Islâmico, uma teia que todas as semanas seduz centenas de jovens europeus. A jornalista cuja identidade permanece em segredo decidiu narrar a sua investigação neste Na Pele de Uma Jihadista. Um testemunho incrível e de grande coragem sobre uma das questões mais preocupantes da actualidade. Uma história chocante que nos mostra o verdadeiro rosto dos terroristas no Estado Islâmico.

Sem comentários:

Enviar um comentário