Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 12 de julho de 2015

Ao Domingo com... Magda Pais

Era uma vez uma menina que tinha um sonho. Quer dizer, ela tinha vários, como todas as crianças. Mas havia um que era o seu maior sonho. Ter uma biblioteca. Essa menina adorava ler. Começou com livros aos quadradinhos, depois os livros de aventura dos Cinco, dos Sete... Patrícia, o Colégio das Quatro Torres.. eram tantos mas ela lia-os todos. Se lhe ofereciam livros no Natal... no Ano Novo já perguntava se não havia mais.

A menina cresceu. E os livros continuavam a acompanhá-la, assim como sonho também. Um dia teria uma biblioteca para poder ter os livros todos que sonhava. Porque agora, já adulta, não esperava que lhe oferecessem livros - se bem que continuava a ser a sua prenda preferida. Ela comprava-os. E lia, lia sempre.

Mais tarde descobriu a internet. E com ela um site onde vários autores, mais ou menos conhecidos, iam publicando alguns textos e onde era permitida a interacção entre os escritores e os leitores. E a menina, já adulta, inscreveu-se no site para poder ler e, eventualmente, comentar.

Um dia, comentaram o seu comentário. E dai para a frente foram sempre comentando o que ela dizia e desafiando-a para que, para além de comentar, que participasse com textos dela. E, num momento oportuno, ela contou a história de amor dos seus avós. Mais textos se foram seguindo, e a menina, agora adulta, que sempre tinha sonhado ler, agora também escrevia.

Em 2009 veio o primeiro convite. Uma editora convidou-a a partilhar, num livro, as experiências, positivas e negativas, que tinha na internet. Afinal ela já a usava desde 1998. E nasceu Vida na Internet, o primeiro livro. O sonho de ter uma biblioteca mantinha-se, mas agora essa biblioteca tinha um livro dela.

E ela continuou a escrever. No site e no blog que lhe tinham criado.

Em 2011 novo convite. Publicar as crónicas que tinha colocado no blog. E nasceu o livro Episódios Geométricos.

Dizem que há três coisas que o ser humano deveria fazer na sua vida: plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. Ela já tinha dois filhos, já tinha plantado várias árvores e já tinha editado dois livros. Só não tinha ainda a biblioteca com que sempre sonhara.

Por estas ou aquelas razões, essa menina, já adulta, deixou de escrever. 

E depois voltou a fazê-lo. Mudou o blog de plataforma, foi para o Sapo, onde se sente em casa e onde é muito acarinhada - por outros bloguistas e pela equipa. E continuou a escrever.

No dia em que fez 16.436 dias a menina, adulta que sou eu, recebeu mais um convite da editora, para que editasse mais um livro, Viagens de seu nome que saiu há uns dias.

Hoje, a menina adulta que sou eu, continua a sonhar com uma biblioteca maior do que aquela que tem, e, apesar de nunca o ter sonhado, tem três livros escritos por si.

Magda Pais

2 comentários:

  1. Que texto bonito!
    Pois que continue a escrever, esta menina (hoje mulher) e que cumpra o seu sonho...
    Abraço a ambas, Cris e Magda
    Teresa Carvalho

    ResponderEliminar