Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

domingo, 3 de maio de 2015

Ao Domingo com... Laura Alho

Laura Alho nasceu a 15 de Abril de 1982, é natural de Albergaria-a-Velha e reside em Aveiro.

Não consigo recordar-me do momento exato em que surgiu a paixão pelos livros. Tenho memórias muito longínquas, algumas do tempo em que ainda não sabia ler e simplesmente inventava histórias para todas as ilustrações que via. Comecei a escrever quando aprendi a fazê-lo: na escola primária, onde já dava largas à imaginação e devorava os famosos livros da Anita. Mas foi só na adolescência que a leitura compulsiva trouxe a vontade irreprimível de escrever. Rapidamente se tornou num vício terapêutico. O gosto pela leitura trouxe, indissociavelmente, o gosto pela escrita. E foi aí que tudo deverá ter começado…

Ingressei no Ensino Superior, em 2000, num curso de Línguas e foi um dos períodos mais conturbados da minha ainda curta existência. A escrita veio colmatar as lacunas e o excesso de sentimentos que existiam em mim. Criei um blog que acabou por dar o nome ao meu primeiro romance publicado: Um Paraíso no Inferno. Lá, escrevia contos amiúde e abstraía-me da realidade. Em 2005 dediquei-me exclusivamente à escrita do romance. Decidi, em finais de 2013, que estava na altura de partilhá-lo. Em março de 2014 foi lançado pela Chiado Editora. Atualmente, já conta com a segunda edição, estando disponível também no Brasil. Um Paraíso no Inferno retrata a vida de qualquer um de nós. Os personagens podiam ser uma representação direta de alguém que conhecemos ou de nós próprios. É uma história de amor que nos leva a questionar o propósito da nossa existência. É, diria eu, um livro espiritual, nada previsível, e que responde a muitas perguntas levantadas ao longo da nossa
existência. Além disso, ele dá a chave para a nossa felicidade de uma forma direta e compreensível. Curioso(a)? Convido-o a embarcar na leitura e a dizer-me, na primeira pessoa, o que achou.

Não sou escritora a tempo inteiro, mas costumo dizer, em jeito de brincadeira, que um dia chegarei lá. Sou formada em Psicologia, com especialidade em psicologia forense e, atualmente, encontro-me a tirar o doutoramento na mesma área, trabalhando na investigação e na formação, e que me levam a escrever outro tipo de literatura – a científica. Nos entremeios da minha atividade profissional, escrevo com afinco. Tenho centenas de contos escritos e o segundo livro está prestes a ser revisto. Desta vez, é um romance policial, cujas influências são remetidas para minha formação profissional. O nome? Esse ainda é segredo! Mas prometo divulgá-lo em primeira mão.

Quanto às minhas aspirações, elas são poucas e muito genuínas: continuar a escrever histórias e partilhá-las com os leitores que vão crescendo a cada dia. Partilhar o que se escreve com alguém é um ato de coragem, porque inevitavelmente o que escrevemos está sujeito a escrutínio. Mas mais do que isso, é um ato de liberdade e de crescimento. Escrevo porque tenho histórias dentro de mim. E ao partilhá-las, expando-me.

Laura Alho



2 comentários:

  1. Olá, Visitando você, adorei o seu BLOG. Adoro ler um bom livro e o conteúdo do seu blog me agradou tanto que estarei , de agora em diante, aqui por perto só para ver as suas novidades.Tenho um BLOG novo e gostaria que você fizesse uma visitinha por lá. Abraços . NILDA http://oslivrosdaminhabiblioteca.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nilda! Vou certamente visitar o seu blogue. Beijos!

      Eliminar