Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

"A Caminho de Casa" de Fabio Volo

Não sou estreante na escrita de Fabio Volo. Para mim os seus livros são um valor seguro. É uma escrita simples, terra-a-terra, que nos direcciona para assuntos do dia-a-dia, quase comuns, mas consegue, ao mesmo tempo, abordá-los com profundidade. Os personagens abrem-se-nos por dentro, permitindo-nos olhar para as suas dúvidas, incertezas, medos e conflitos.

Assim acontece com esta obra. Dois irmãos afastados por rivalidades que se foram gerando no seio de segredos de família mantidos pelos progenitores. Até onde as diferenças de comportamento e atitude podem condicionar e manter uma separação de dois irmãos criados e educados de forma diferente? 

Marcados pela doença e morte da mãe, Andrea e Marco seguem caminhos diferentes e é de novo na doença, desta vez de seu pai, que se voltam a juntar estabelecendo laços de amizade e amor. Há que repensar atitudes e caminhos tomados. Não é, no entanto, um caminho fácil. A comprová-lo estão todas estas páginas que nos envolvem e permitem conhecer melhor toda a fragilidade do ser humano. As escolhas tomadas e as suas repercussões, a vida, a doença e a aceitação da morte, o amor entre irmãos, os compromissos, as cumplicidades e as brigas familiares. Questões abordadas pelo autor com simplicidade mas também com mestria.

A verosimilhança do enredo torna este livro muito credível. Fabio Volo conta-nos uma história que pode, muito bem, estar mais perto de nós do que julgamos. Gostei desta leitura que se faz num ápice!

Terminado em 21 de Setembro de 2014

Estrelas: 4*+

Sinopse

A Caminho de Casa é um romance que confirma a maturidade de Fabio Volo como escritor e destaca as qualidades que o tornaram tão apreciado por milhões de leitores.
A Caminho de Casa conta a história de dois irmãos que são o oposto um do outro. Andrea é engenheiro, responsável, tem um casamento perfeito e o dom de fazer sempre as escolhas certas. Marco, três anos mais novo, é dono de um restaurante em Londres, rebelde, instável e um mulherengo inveterado. Nunca se sentiram íntimos na sua relação, mas a súbita doença do pai irá aproximá-los e fazê-los compreender muita coisa sobre si próprios e sobre a família.
Um romance que atesta a maturidade de Fabio Volo como escritor e que nos fala de temas universais como: o amor, a paixão, o casamento, a amizade, as escolhas que se fazem e as que ficam por fazer, e a extrema importância dos afetos na passagem para a vida adulta.

Sem comentários:

Enviar um comentário