Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 18 de julho de 2014

"A Última História de Amor" de Conceição Queiroz

Nasci em África. Nunca me canso de ouvir histórias de lá, histórias de uma História onde há tantas coisas por contar. Histórias que são povoadas por amores fortes, coloridos como as cores do arco-íris, mas também por horrores difíceis de imaginar.

Este é um livro onde as mulheres possuem um papel determinante. A mãe, bonita e livre, vive uma história de amor e de morte que nunca esquece. A fuga para Portugal não impede a sua luta mas o passado está sempre vivo, permanece e retorna uma e outra vez. Nunca esquece. A filha, ainda mais bela, com os caracóis do pai, pele branca, ouve, vezes sem conta, a história da mãe. Moçambique mora em seu coração. Por isso vai buscar as suas origens, a uma terra que nunca viu mas que conhece de tanto ouvir. Procura o passado da mãe, que é o seu afinal.

Conceição Queiroz possui uma escrita forte, directa, sem pejos. Conseguimos, por essa razão, ver (mais do que ler) o que nos conta. Agradou-me isso. Retrata as várias "etapas" de um país que marca quem lá esteve ou quem lá viveu. As cores de África, os ritos, as paisagens, as gentes e seus costumes. Algumas frases utilizadas, sendo curtas, parecem que saem em golfadas tal como alguns acontecimentos semeados de violência.

Um livro que se lê rapidamente porque ficamos envolvidos por completo na história destas mulheres, na História deste país. Gostei muito e recomendo! Que Conceição Queiroz não termine por aqui!

Terminado em 13 de Julho de 2014

Estrelas: 5*

Sinopse

A notícia deixa-o enlouquecido de raiva. O fazendeiro alemão de caçadeira em punho lança-se pela selva adentro em perseguição do seu filho Zinkke e da negra Ângela, que acabou de dar à luz as suas netas. Merkel arrasa tudo o que encontra à sua frente. Zinkke sabe que tem de partir, fugir do ódio do pai, proteger a mulher que ama e as suas duas filhas. Mas é tarde demais. Duas balas atingem-no e Zinkke cai por terra com uma das recém-nascidas ao colo. Mas o avô não tem dó - segura-a pelos pés e, cruelmente, esmaga-a contra o tronco de uma árvore. Ângela consegue escapar com Gabriela: era preciso deixar Moçambique para trás. Gabriela cresce em Lisboa, a ouvir os relatos da mãe sobre a terra onde nasceu, e deseja voltar a África para conhecer as suas raízes. Nessa viagem, descobre a história da avó, traída e abandonada pelo marido; e desvenda o passado da mãe, que, depois de tantos anos, continua agarrada a um grande amor. Neste romance apaixonante, baseado na história da própria família da autora, a jornalista Conceição Queiroz transporta-nos para o surpreendente mundo africano onde foi vivida a última história de amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário