Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 4 de junho de 2014

"Morte com Vista para o Mar" de Pedro Garcia Rosado

Tendo já lido críticas bastante positivas sobre Pedro Garcia Rosado comecei finalmente a ler um dos dois livros que cá tinha na estante. Gostei e fiquei curiosa sobre este autor que já tem uma vasta obra no género policial.

Se bem que o final não me tenha surpreendido de sobremaneira, visto que o autor nos vai dando dicas sobre o que é mais provável acontecer, o certo é que, estando o cenário e os ambientes tão bem construídos, fiquei presa à história e aos personagens. A ligação mais forte deu-se, sobretudo, com Gabriel Ponte, o ex-inspector da polícia que insvestiga o caso juntamente com a sua ex-mulher, Patrícia Ponte. Solitário, humano, de uma inteligência perspicaz e com um passado misterioso cria-se, de imediato, uma forte empatia e intimidade com esse personagem de passado que se antevê doloroso.

O ambiente é-nos familiar. O crime, violento, dá-se na zona das Caldas da Rainha e Pedro Rosado sabe, sem cansar, descrever maravilhosamente a zona em redor e as paisagens.

O tema é actual, infelizmente. A corrupção das autarquias, o tráfico de influências, o valor e o poder do dinheiro ditam muitas vezes os actos humanos, levando os indivíduos a acções extremas de loucura. Em foco, também, o poder dos média. Até que ponto pode um blogue instigar os ânimos e levar alguém a extremos?

As frases incisivas, os capítulos pequenos levam o leitor a uma leitura muito rápida, criando o desejo de iniciar o segundo livro brevemente e saber mais da vida deste investigador. É o que farei, de certeza!

Terminado em 30 de Maio de 2014.

Estrelas: 4*+

Sinopse

Nas traseiras de uma moradia isolada nas Caldas da Rainha, um professor de Direito reformado aparece morto à machadada na casa onde vivia sozinho. Patrícia, inspetora-coordenadora da PJ, pede ajuda ao seu ex-marido Gabriel Ponte, antigo inspector da Polícia Judiciária, que assim regressa ao mundo da investigação criminal.
Meses antes, o professor tinha contactado Patrícia, sua antiga aluna e amante, para denunciar a existência de um esquema de corrupção e de lavagem de dinheiro em torno do projeto de um empreendimento turístico gigantesco nas falésias da costa atlântica.
As primeiras provas apontam para que este homicídio seja resultado de um affair com uma mulher casada, mas poderá o professor ter sido assassinado por saber demais?

Sem comentários:

Enviar um comentário