Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

"O Caderno Do Avô Heinrich" de Conceição Dinis Tomé

Disponham de uma horita e leiam este pequeno livro. Lembrei-me bastante de "O rapaz do pijama às riscas" porque também nos remete para uma amizade entre dois rapazinhos, um alemão e um judeu.

Muitas vezes, os "crescidos" esquecem-se que possuem coração, e se colocassem os olhos nos mais jovens talvez o mundo nao tivesse passado por tantas guerras e ódios... Como explicar a uma criança que uma amizade entre duas pessoas de paízes, credos ou cores da pele diferentes não pode existir? Com que fundamento?

Dois amigos vêm-se separados. Em Varsóvia, do lado de dentro do muro, os judeus. De fora, os outros. Naquilo que a sua idade permite perceber, Heinrich, sabe que deve procurar o seu amigo. Tal como o pai, não desiste e insiste. Uma história que termina com uma mensagem de esperança pois essa criança cresceu e conseguiu superar o que de mau lhe trouxe o Holocausto. 

Uma obra que aconselho a um público mais jovem, mas que todos podem (e devem) ler. 

Terminado em 1 de Fevereiro de 2014

Estrelas: 4*

Sinopse

Heinrich e Jósef conheceram-se na Polónia. Heinrich tinha chegado há pouco tempo da Alemanha, porque o pai não queria que o filho crescesse num país onde então dominavam o ódio, o preconceito, o abuso do poder e todas as formas de fanatismo. Naquele tempo, o homem que tinha subido ao poder resolveu dominar o mundo e perseguir todos aqueles que considerava serem de raças inferiores como os judeus ou os ciganos, e também todas as pessoas que lhe opusessem resistência. Esse homem chamava-se Adolf Hitler. Esta história, escrita com grande sensibilidade, conta-nos como Heinrich, e o seu amigo judeu, Jósef, apesar de tudo o que sofreram, conseguiram manter uma amizade que ficou para a vida. A autora mostra-nos ainda como o amor pelos livros e pela leitura, e a capacidade humana de criar beleza são importantes para promover a paz entre os povos.

Sem comentários:

Enviar um comentário