Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

"As Mulheres de Summerset Abbey" de T. J. Brown

Muito embora grite bem alto que a beleza das capas não me levam a comprar um livro, o que é certo é que este ficou na estante à espera da sua vez e sempre que pegava nele
acabava por largá-lo. Escolhi-o pela sinopse mas largava-o quando olhava para a capa. Talvez porque ache que a capa não é especialmente bonita e acabou ficando para trás...

Até que surgiu a sua vez e, ao pegar nele, fiquei de imediato encantada pela forma como, com uma linguagem simples e directa, a autora prende totalmente a nossa atenção. Retratando com mestria uma época (Inglaterra antes da Primeira Guerra) ficamos cativadas pelas personagens principais e mistérios que elas encerram.


Perante uma aristocracia fortemente marcada por uma ambição desmedida onde o povo mais não é do que um mero peão que realiza os seus caprichos, este romance está muito bem enquadrado historicamente e quase sem nos apercebermo-nos disso, estamos no princípio do século XX com todas as diferenças de classes existentes na época, o papel crescente da mulher e a sua luta pela emancipação, os casamentos impostos, os movimentos sufragistas, etc


Gostei muito de mergulhar nesta leitura e recomendo-a vivamente. Um romance de época, leve, que nos incita a continuar com o segundo volume desta trilogia, esperando que mais alguns mistérios sejam desvendados e que a caracterização de alguns personagens se aprofunde ainda mais.

Terminado em 17 de Janeiro de 2014

Estrelas: 5*

Sinopse

Centrado na vida de três jovens que procuram encontrar o rumo para o seu futuro, As Mulheres de Summerset Abbey é um romance histórico que retrata com rigor e pormenor os hábitos de uma classe e estilo de vida. Trata-se de uma história apaixonante ambientada numa das épocas mais fascinantes da história europeia.

Sir Philip Buxton criou três jovens num lar que desafiava a tradição. A filha mais velha, Rowena, aprendeu a dar valor às pessoas, não à sua riqueza ou posição social. Mas tudo aquilo em que acreditava vai ser testado na sequência da morte do pai, quando ela, a irmã e a sua amiga Prudence são forçadas a mudar-se para a propriedade do tio, Summerset Abbey.

Fisicamente frágil, mas com uma mente viva e ágil, Victoria sonha em frequentar a universidade e tornar-se botânica, à semelhança do pai. Mas este não é o único sigilo de Victoria, que acaba por descobrir um segredo de família que, se for revelado, tem o potencial de mudar várias vidas para sempre…

Prudence cresceu feliz ao lado de Rowena e Victoria, e o laço que as une é tão forte como se fossem irmãs. Mas ela é a filha da governanta e para o lorde de Summerset isso faz com que seja apenas mais uma entre os criados da propriedade. Prudence fica dividida entre dois mundos: o dos privilegiados e o dos criados, sem saber verdadeiramente qual o seu lugar no mundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário