Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 8 de outubro de 2013

"O Sr. Ibrahim e as Flores do Alcorão" de Eric Schmitt

É com uma simplicidade extrema que esta história nos é contada por Momo, um rapazinho de 13 anos, um dos personagens principais. Talvez mais do que isso! Simplicidade, sim, mas também exala no texto todo um profundo sentimento de amizade que pode unir duas pessoas tão diferentes. Que se conhecem por acaso e que ficam ligadas para a vida toda.

Isso faz-nos pensar nas pessoas que se cruzam connosco, tornando-se parte das nossas vidas e o quão premente é transmitir-lhes o que sentimos por elas. Quantas vezes partem sem lhes termos dito as vezes suficientes que são importantes para nós? São pessoas que determinam e determinaram o que somos hoje e que devem saber disso.

Com alguma ironia, que nos faz sorrir (e pensar!), este livro pequeno lê-se num instante mas perdura em nós pela beleza que encerra. Já tinha concluído esta leitura há algum tempo mas o comentário ficou em stand by. Torna-se difícil exprimir tanto em tão pouco. Quem o conseguiu foi mesmo o autor: em poucas páginas está lá TUDO!

Terminado em Setembro de 2013

Estrelas: 5*

Sinopse

Com uma escrita simples, emocionante e cheia de humor, Eric-Emmanuel Schmitt narra a história de um menino judeu e de um velho merceeiro árabe. Momo, o menino judeu, vive sozinho com um pai frio e distante. O senhor Ibrahim, o velho merceeiro árabe, é acolhedor, simpático e disponível. Juntos, vivem uma série de aventuras e constroem uma amizade que ultrapassa todas as fronteiras.
O Senhor Ibrahim e as flores do Alcorão é um livro para ler e reler, uma lição de sabedoria, de tolerância, de fatalismo e de bondade.

2 comentários:

  1. Vou acrescentar este à minha lista de livros a ler :D achei super interessante

    ResponderEliminar
  2. Adorei ler este livro, adorei este senhor Ibrahim, o árabe que tinha a mercearia aberta à nite e ais Domingos, adorei o o MOMO, adorei esta relação de amizade que se criou entre um jovem de 13 anos e o senhor Ibrahim , o árabe que o acolheu na sua amizade, no seu coração, coração que abriu para o MOMO como a sua mercearia que estava sempre aberta. Uma história fascinante, emocionante, agrad´vel e que nos faz sorrir. Do mesmo autor de um livro, também ele, completamente delicioso " Óscar e a Senhora Cor-de-Rosa" Livros que lemos, não esquecemos e apetece reler.

    ResponderEliminar