Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

"Os Anjos não Comem Chocolate" de Andreia Sanches


Um livro que li muito rapidamente enquanto sentia um pouco como minhas (só mesmo um pouquinho porque é algo inimaginável) as dores de quem sofre tão profundamente.

Creio que Andreia Sanches soube abordar com muita delicadeza uma questão que, mesmo para quem nunca passou por tal situação, nos afecta e transtorna só de pensar nela: a perda de um filho! A morte é um assunto, ainda, muitas vezes, tabu. Como se, ao não falarmos nela, ela se pudesse afastar do nosso caminho!

Embora com o coração apertado, nunca me passou pela cabeça desistir desta leitura. A força, a coragem que estas mães mostram ao conseguir, aos poucos, prosseguir com a sua vida é verdadeiramente espantosa. A dor precisa de ser vivida e cada pessoa possui o seu tempo, o seu espaço. Pelo que pude "ver" é um luto cheio de avanços e retrocessos, com alguns passos para a frente mas com muitos mais para trás. Um luto que pode ser feito individualmente, mas se partilhado com pais que sofreram perdas semelhantes, talvez seja menos pesado. Fiquei a perceber o quão importante é fazer o luto e exteriorizá-lo.

Sentimentos como a culpa, a frustração, a valorização dos aspectos positivos do caracter dos filhos, estão presentes nestas páginas. E os pais em luto falam-nos dos filhos que já partiram e dos sinais, das coincidências que vão tropeçando nas suas vidas e que os fazem sentir mais perto daqueles que viveram menos do que seria esperado.

É um livro que nos fala da morte, sim. Mas é um livro que nos mostra que mesmo depois da partida de alguém ainda é possível ser feliz. Felicidade diferente, busca constante essa.
Fiquei a "conhecer" A Nossa Ancora, a instituição que apoiava esses pais-coragem e que teve de fechar portas. Que outras se abram porque a vida é feita de começos...

Com este tema tão forte nem faz muito sentido falar-vos da capa e do título. Mas quero referir apenas que o titulo faz todo o sentido depois de algumas páginas lidas. Histórias verídicas que nos marcam o coração e que espelham tudo o que a Vida nos pode trazer: a morte, a dor mas também a esperança em dias melhores.

Um livro imperdível, marcante.

Terminado em 20 de Setembro de 2013

Estrelas: 6*

Sinopse

Rodrigo costumava dizer à mãe, Mila, que falava com Jesus e que iria morrer - «Vou para um sítio muito lindo, muito verde.» Aos 7 anos, um acidente causado por um camião levou-lhe a vida e a do seu pai. No dia do velório de Rodrigo, uma mulher de meia idade e olhar sereno aproximou-se de Mila e disse-lhe: «Sou uma mãe que também perdeu um filho. Queria dizer-lhe que ainda vai ser feliz. É uma felicidade diferente, mas vai ser.» Enquanto presidente de uma associação de apoio a pais em luto, Mila viria a conviver de perto, ao longo dos anos que se seguiram, com centenas de homens e mulheres que, tal como ela, carregam a maior das dores que alguém pode sofrer: a perda de um filho. Os Anjos não Comem Chocolate fala-nos de amor, sofrimento, coragem - e, acima de tudo, da extraordinária capacidade do ser humano de encontrar um sentido para tudo. Até para o impensável.

Sem comentários:

Enviar um comentário