Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

"Ainda Alice" de Lisa Genova

Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 320
Editor: Caderno
ISBN: 9789892304014
Coleção: Cadernos de Sempre

Brutal este livro! Uma leitura que, em certas páginas, nos tira o fôlego de tão intensa e verdadeira que parece ser.

À personagem principal foi diagnosticada Alzheimer. Tem apenas 50 anos. A sua actividade profissional é muito intensa. Professora em Havard, a sua vida gira à volta de aulas, palestras e conferências por todo o mundo. Casada com três filhos maiores. E um dia... BUM! Tudo acaba, tudo se desmorona! Toda uma vida que, aos poucos, ela vai esquecendo.

Primeiro são pequenos lapsos de memória. Pequenas situações a que ela dá a volta, ou pensa dar. A sua percepção do que está a acontecer impressiona-nos, faz-nos dor, faz-nos doer. Sobretudo quando já não se trata de uma palavra esquecida, de um objecto perdido... A dor que ela sente quando se perde na sua própria casa, quando se esquece do nome de um filho, quando já não sabe quem é o marido, é tão real e está tão bem descrita que a sentimos como nossa e nos comovemos. Porque ela sente que está a caminhar para um sítio desconhecido e sente medo do dia em que já nem a sua cara ao espelho irá reconhecer...

A escrita de Lisa Genova é poderosa, forte e consegue descrever com muito realismo situações verdadeiramente constrangedoras e aflitivas. Faz-nos pensar, repensar nesta doença onde a demência toma conta da vontade, das memórias de toda uma vida.

Recomendo vivamente esta leitura! Nota máxima!

Terminado em 10 de Agosto de 2013

Estrelas: 6*

Sinopse

O mundo de Alice é perfeito. Professora numa conceituada universidade, é feliz com o marido, os filhos, a carreira. E tem uma mente brilhante, admirada por todos, uma mente que não falha… Um dia, porém, a meio de uma conferência, há uma palavra que lhe escapa. É só uma palavra, um brevíssimo lapso. Mas é também um sinal de que o mundo de Alice começa a ruir.
Seguem-se as idas ao médico e, por fim, a certeza de um diagnóstico terrível. Aos poucos, Alice vê a vida a fugir-lhe. Amada pela família, unida à sua volta, é ela que se afasta, suavemente arrastada para o esquecimento, levada pela Alzheimer.
Ainda Alice é a narrativa trágica, dolorosa, de uma descida ao abismo, o retrato de uma mulher indomável, em luta contra as traições da mente, tenazmente agarrada à ideia de si mesma, à memória de uma vida e de um amor imenso.

2 comentários:

  1. Tenho cá para ler!!!! Ui ui tenho de o passar para o cio da pilha!!! Quando tu dizes BRUTAL... it rings a bell!!!
    Teresa Carvalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Emprestaram-me este livro, Teresa, mas é daqueles que vale a pena comprar! E ainda por cima é bem baratinho!

      Eliminar