Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O segredo dos pássaros de Vitor Serpa


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 336
Editor: Clube do Autor
ISBN: 9789897240201

Gosto de romances que rondem o período da Segunda Guerra Mundial. Gosto quando a verdade dos factos se confunde com o romance, com a história que o autor pretende contar e gosto quando a vida de muitos que viveram nessa altura nos entra pela nossa vida e verificamos o quão afortunados somos por não termos vivido então...

Neste livro entramos por um Portugal que já não é o nosso, num Alentejo profundo, regado tanto por pessoas inocentes, com pouca instrução, que viveu uma época cheia de privações; contrastando com a existência de indivíduos que, detentores de muita riqueza, aproveitavam a situação dúbia que Salazar manteve, para enriquecer mais e mais...

Com dois discursos alternados dos dois personagens principais - uma inglesa e um contrabandista português, ambos jovens - vamos mergulhando, através de uma linguagem simples mas muito "sui generis", num Portugal que gostei de (re)conhecer, porque embora se trate de um romance antevemos e sentimos muitos aspectos verdadeiros.

O final surpreendeu-me. Não foi o que imaginei (quem não gosta de um happy ending, lá bem no fundo?) mas admirei a imaginação e agradou-me como de um momento para o outro a história sofre uma reviravolta.

Terminado em 13 de Novembro de 2012

Estrelas: 4*+

Sinopse


O mundo estava em guerra. Salazar conduzia Portugal nas curvas apertadas de uma diplomacia hábil e desafiante. Lisboa tornara-se o teatro preferido dos privilegiados da paz. Cada vez mais pobre, mais triste e mais religioso, o país real, no Alentejo profundo, nunca poderia aceitar uma paixão proibida. Entre intrigas políticas e ambições pessoais, a história da espia Jane Holmes e do contrabandista António Valentim tem consequências trágicas. Salazar manda arquivar uma investigação com um desfecho perigoso e um estranho nome de código: "o segredo dos pássaros".


Sem comentários:

Enviar um comentário