Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

terça-feira, 20 de novembro de 2012

A convidada escolhe... A livraria


Gosto de livros que falem de livros, de livrarias, de escritores, de um mundo de papel e papeis... (Cris)

"Tinha imensa curiosidade em ler este pequeno livro, pequeno em tamanho pois apesar de não me ter satisfeito tanto quanto pensava, considero que não é de todo um livro pequeno!

Conta-nos a história de Florence Green que numa determinada época da sua vida resolve abrir uma livraria improvável e digo improvável porque esta sua decisão de abrir uma livraria em Hardborough, vai reverlar-se uma tarefa difícil por força da oposição de grande parte dos habitantes da localidade em questão.

A maior opositora do projecto é  Mrs. Gamart que não vê com bons olhos a pretenção de Florence e cria dificuldades ao seu sucesso pois sendo uma figura de destaque na pequena sociedade de Hardborough, tem uma grande influência sobre os seus habitantes. Mas a persistência e capacidade de luta de Florence são grandes e não desarma facilmente. No entanto tanta oposição deixa as suas marcas e acaba por resultar num final que embora plausivel e até adequado, não é para o leitor deste livro certamente o  mais desejado...

As personagens desta história nem sempre são o que parecem, mesmo aquelas que à priori estariam do lado de Florence, acabam por não ser tão fieis como pareciam.

A persistência de Florence e o seu interesse pelos livros, causam de imediato uma empatia com o leitor ao mesm tempo que por motivos inversos se sente rapidamente uma aversão por Mrs. Gamart.

Gostei da escrita de Penelope Fitzgerald mas esperava maior desenvolvimento e maior capacidade de agarrar o leitor a esta história. É no entanto uma leitura agradável, interessante e que recomendo."

Teresa Carvalho

1 comentário:

  1. Cada vez que passo por este livro, o meu instinto é levá-lo para casa, pois tal como a Cris, adoro livros sobre livros, livrarias...! Mas por acaso ainda nunca o comprei... Já li muitas críticas sobre o livro e nem todas muito boas...mas só lendo é que podemos tirar conclusões, certo?! Talvez seja a minha próxima aquisição!

    ResponderEliminar