Gosta deste blog? Então siga-me...

Indique o seu email para receber actualizações

Também estamos no Facebook e Twitter

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Só se vive uma vez de Lee Lipsenthal


Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 192
Editor: Nascente
ISBN: 9789896681500
Coleção: Auto-Ajuda

Não leio com frequência livros de auto-ajuda. Acredito que para o fazer tem de se estar direccionado para aí. Mas este livro cativou-me sobretudo ao ver o video que está mais em baixo... Fiquei curiosa. Receptiva à sua leitura. 

Não é uma leitura fácil porque se trata da vida de alguém, do seu sofrimento. Mas, por outro lado, é um livro que nos ajuda a enfrentar os nossos medos, as nossas inseguranças. Porque esses medos não são só nossos, são os medos de todos...

Um desses medos está relacionado com a morte. É quase tabu falar dela. Não é uma coisa pacífica, que aceitemos de ânimo leve. Às vezes preferimos nem falar dela porque assim a espantamos da nossa mente. Mas quanto menos se conhecer e falar sobre isso mais medo sentimos. A morte é um processo natural e não algo a ser temido e evitado. Mas como aceitá-la?

Lee Lipsenthal já não se encontra entre nós. Mas deixou-nos um livro que deveriam ler. Nem que fosse para apreciarmos ainda mais a vida! Porque cada momento deve ser aproveitado como se fosso o último!!!



 

Terminado em 6 de Maio 2012

Sinopse

Enquanto diretor clínico do Preventive Medicine Research Institute, Lee Lipsenthal ajudou milhares de pacientes com cancro a superar o medo da dor e da morte e a abraçar a vida com alegria.

O poder daquilo em que acreditava foi posto à prova em julho de 2009, quando lhe foi diagnosticado um tumor maligno no esófago. À medida que ele e a sua mulher viviam o drama da doença e do tratamento, Lee descobriu que não temia a morte. Mesmo enfrentando a sua própria mortalidade, sentia-se mais vivo do que nunca.

Com prefácio e testemunho emotivo de Ruy de Carvalho, que também lutou, por mais do que uma vez, contra o cancro. Nota introdutória do Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, sobre o trabalho que a Liga faz junto dos doentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário